Passo a Passo para abrir uma empresa

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Abrir uma empresa?

Muitos brasileiros sonham em abrir uma empresa. Afinal de contas, ainda existe aquele sonho, que também pode ser considerado como um devaneio, de que os empresários trabalham menos do que os funcionários e que poderão ficar ricos rapidamente. Apesar de existir este tipo de histórias, elas são raras.

Este sonho e esta grande vontade de começar um negócio próprio muitas vezes fazem com que os brasileiros atropelam algumas etapas fundamentais neste tipo de escolha profissional. Muitos começam a vender seus produtos ou serviços antes mesmo de formalizar o começo da sua empresa, o que pode acabar criando uma série de dificuldades.

Abrir uma empresa já foi considerado como um processo complicado e bastante burocrático no Brasil, mas nas últimas décadas a abertura de qualquer tipo de negócio se tornou muito mais simples e fácil. Confira o que deve ser feito para abrir uma empresa:

Escolha o tipo de empresa que vai abrir

Depois que a pessoa que será a nova empreendedora da cidade definir que tipo de produto ou de serviço serão vendidos, bem como entender quem são os seus clientes, chega a hora de começar a formalizar o seu negócio e efetivamente começar a abrir a empresa. Antes de mais nada, será preciso saber quantas pessoas estarão envolvidas na estrutura societária.

Existem aquelas pessoas que decidem encarar a abertura de uma determinada empresa por conta própria, sendo o que pode ser chamado de Empreendedor Individual ou Empresário Individual. Mas, na grande maioria dos casos, as empresas acabam tendo dois ou mais sócios envolvidos. Esta informação é importante para definir o tipo de empresa que será registrada.

Existem basicamente três opções de tipos de empresas que podem ser escolhidas no momento da abertura de uma companhia: Empresário Individual, Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli) ou Sociedade Limitada. As primeiras são destinadas as empresas que contam com apenas um sócio, enquanto que a última conta com dois ou mais responsáveis.

abrir-empresa

Definindo o porte da empresa

Depois disso, chega a hora que os empresários precisam decidir o tamanho, ou o porte, da empresa, sendo que no começo existem apenas três opções que podem ser levadas em consideração por quem pretende abrir uma empresa: Microempresário Individual (MEI), Micro empresa (ME), e Empresa de Pequeno Porte (EPP).

A definição do porte e do tamanho depende basicamente de quanto o empresário pretende ou acredita que vá faturar com o seu negócio. No caos do MEI, o faturamento anual máximo do empresário não pode ultrapassar R$ 60 mil. Já as outras duas empresas podem ter um faturamento maior: Na ME se enquadram as empresas com faturamento anual de até R$ 360 mil, já na EPP a faixa de faturamento começa nos R$ 360 mil e vai até R$ 3,6 milhões.

Essa é uma decisão importante, pois vai acabar definindo quais são os impostos que deverão ser pagos pela empresa no seu dia a dia. Portanto, realmente é preciso ter uma série de conhecimentos para saber quais são os melhores tipos de empresas para cada situação. OI ideal, neste caso, é contratar a assessoria de um contador, que poderá analisar com calma e oferecer as melhores opções.

Vale lembrar que, na grande maioria dos casos, os empresários não precisam de um contador para ajudar no processo de abertura de empresa. Mas é importante salientar que estes profissionais acabam sendo muito importantes nas escolhas iniciais que os empresários deverão tomar. Além disso, no dia a dia, o contador precisa estar presente nas empresas.

Legalizando o seu negócio

Depois de definir todas as informações com relação ao começo da empresa, será preciso iniciar os procedimentos para legalizar o negócio. Neste caso, o processos deve começar com consultas e informações que poderão ser conferidas diretamente na Prefeitura da cidade. Será preciso checar se a atividade comercial escolhida pelo empresário pode ser realizada no endereço escolhido.

Um outro tipo de informação que precisa ser definido e consultada estão diretamente relacionadas as autorizações exigidas pela prefeitura para a abertura de determinados tipos de negócios. Por exemplo, quando as pessoas estão querendo abrir um restaurante, na grande maioria dos casos vai precisar de uma autorização da Secretaria da Saúde, que vai atestar as condições higiênicas do local, e também do Corpo dos Bombeiros, um virtude do local ter um botijão de gás.

Formalizando a empresa

Se o empresário decidir abrir uma empresa dentro do MEI, o processo realmente é muito simples, sendo que tudo o que será preciso fazer é acessar o site correspondente e preencher o formulário. A abertura acontece de uma maneira simples e fácil. Para as outras modalidades de empresa, será preciso solicitar a abertura através da Junta Comercial.

como-abrir-empresa

Pagando os impostos

Além das taxas que são cobradas para abertura das empresas, e que variam de cidade para cidade, também é muito importante que os empresários já saibam os tipos de impostos que deverão ser pagos para que sua companhia opere legalmente. No caos dos empresários que optam pelo MEI, o composto é pago da seguinte forma:

Imposto mensal fixo de 5% do salário mínimo, mais R$ 5 se o empreendedor for prestar serviços e R$ 1 se ele for contribuinte do ICMS. O ICMS será pago apenas por aqueles que forem trabalhar no comércio ou na indústria.

Já as empresas que optam pelos outros tipos de empresa podem optar por três opções diferentes de tributação: o Simples nacional, o Lucro Presumido e o Lucro Real. No Simples, todos os impostos são agrupados em uma única guia de pagamento, com uma porcentagem fixa.

Já quando as pessoas escolhem pelo regime do Lucro Presumido, funciona como se o governo estivesse prevendo quanto a companhia vai ganhar de lucro, e os impostos que serão pagos serão definidos através deste cálculo feito pelo poder público. Já quando os empresários escolhem o Lucro Real, significa que os impostos serão pagos apenas mediante ao faturamento e o lucro da empresa. Neste caso, todos os meses a companhia deverá comprovar quanto ganhou, sendo que esta pode ser a opção mais complexa na grande maioria dos casos.

Gostou desse artigo? Então deixe sua dúvida ou comentário abaixo.

Até a Próxima!!

 

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *